CASA DOTTA

A Casa Dotta foi construída em Xangri-lá, no condomínio Enseada Lagos. O lote mede 30m x 15m, limitado em sua face posterior, ao sul, pelo lago local.

A composição articula a base, que abriga sobretudo os ambientes sociais e de lazer, e corpo, os íntimos. Foram realizadas duas subtrações no volume do pavimento térreo, para delimitar o abrigo de automóveis e a varanda, respectivamente. E no do superior, uma, na quina sudoeste, para conformar a sacada dos dormitórios localizados na fachada posterior. As lajes enfatizam a independência formal entre os dois pavimentos, bem como o caráter horizontal do conjunto. Além disso, tal distinção é acentuada pelos materiais de revestimento das fachadas, cuidadosamente empregados para que a casa adquirisse harmonia entre cores e texturas; entre translucidez e opacidade; entre cheios e vazios.

Um espaço de pé direito duplo configura o vestíbulo de entrada, com a marcante presença de uma escada helicoidal e de uma coluna dupla, a qual delimita a quina noroeste da composição. Segue no lado oeste do pavimento térreo, estar, varanda coberta e piscina; e, no leste, suíte, lavanderia, depósito, lavabo, cozinha, gourmet e banheiro externo para área de lazer. O jantar, estrategicamente posicionado no centro, articula estar, cozinha e gourmet. No pavimento superior, quatro suítes, uma posicionada na fachada oeste e as demais orientadas para leste.

Na ambientação dos interiores, buscou-se a sobriedade, materializada pelos tons de cinza e pelo branco, presentes no mobiliário e nos revestimentos, que destaca certos objetos pessoais coloridos. Nas fachadas, como mencionado, procurou-se a harmonia, em que a pedra natural e os elementos amadeirados fazem o contraponto necessário ao concreto aparente e às esquadrias pretas. E os jardins, em franca relação com os interiores, completam a obra.

EQUIPE

Blacio Junior, Larissa Ramella, Vinicius Vargas, Brenda Clack

LOCAL

XANGRI-LÁ

ANO

2020

FOTOGRAFIA

Marcelo Donadussi